post-nantuO período de volta às aulas é um momento de readaptação do aluno à escola, bem como ao convívio coletivo. Por isto é importante que os pais tomem diversos cuidados com seus filhos. O clima quente e seco e o fato de passarem muito tempo em locais fechados pode proporcionar o aparecimento de algumas doenças.

As principais doenças que afetam as crianças no período da volta às aulas são aquelas ligadas ao aparelho respiratório como, por exemplo, as alérgicas e as infecciosas. São comuns os quadros de resfriados, rinites, gripes, otites, amigdalites, bronquites, inclusive diarreias, quando a causa é viral.

As infecções causadas por vírus são as mais encontradas nos ambientes de convívio coletivo, como é o caso das escolas e berçarios.

Os pais devem prevenir o surgimento dessas doenças com medidas que fortaleçam o sistema imunológico dos filhos, por meio de cuidados nos hábitos diários. Em especial, com uma dieta saudável e bem balanceada, ingestão de líquidos no verão para evitar a desidratação, uma rotina ativa com a prática de esportes, de preferência ao ar livre e ao manter as vacinas em dia. Com esses cuidados, a criança estará bem mais protegida.

Outro ponto importante é que o ar-condicionado das escolas, pois ajudam a proliferar bactérias e fungos, por isso devem ter manutenção e limpeza constantes. Verifique na escolar de seu filho!

Outras dicas importantes:
– Manter as crianças hidratadas. Elas gastam muita energia, o que contribui para a perda de líquido e ressecamento das mucosas. Nem sempre elas pedem água ou dizem estar com sede, por isso, é importante oferecer com frequência.

– Utilizar toalhas úmidas, umidificadores caseiros ou bacias de água nos ambientes mais fechados.

– Evitar exercícios físicos entre as 10 e 16 horas. Neste período o sol é mais forte com risco aumentado de desidratação e queimaduras solares.

– Orientar a escolar para que utilize filtro solar no seu filho em caso de exposição ao sol (envie para a escolar o filtro que seu filho está acostumado a usar);

– Evitar locais fechados. Ambiente arejado, bem ventilado e limpo afasta os riscos de doenças respiratórias.

– Orientar as crianças sobre a importância da lavagem constante das mãos, já que muitas vezes são condutoras de doenças.

– Caso seu filho apresente algum sintoma de febre, diarreia, nariz escorrendo ou outros, não mande para a escola antes de leva-lo ao médico, pois ele poderá estar doente e contaminar outras crianças.

A prevenção continua sendo nossa melhor aliada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 13 =