caféUm dos mais famosos e conhecidos hábitos dos brasileiros é o de tomar café. Para acordar, despertar, fazer parte de uma reunião, acolher pessoas em casa, ser educado….enfim…são muitas as utilizações do café por uma grande parte das pessoas em nosso país.

Entretanto, existem inúmeras dúvidas a respeito de seu uso: alguns dizem que faz mal á saúde, outros dizem que faz bem…mas….qual é a verdade?

Bem, existem vários estudos científicos ao redor do mundo sobre o café. Dentre os mais variados objetivos destas pesquisas, o mais comum é o de elucidar quais são seus benefícios e malefícios á saúde humana. Os estudos tem demonstrado, cada vez mais, que como quase tudo em nossa vida, o ideal é se ter equilíbrio em sua utilização. Ou seja, consumir quantidades moderadas é o ideal. Entenda-se por quantidades moderadas: de 02 a 04 xícaras por dia. Porém, seu uso prolongado tem sido bastante estudado, visto as consequências associadas durante a vida de uma pessoa.

Como benefícios do uso do café, podemos citar os mais comuns e que têm sido apontados nas pesquisas:

– além de acelerar o sistema nervoso central, melhora o desempenho físico, mental e intelectual, tornando a pessoa mais alerta, atenta, disposta, acordada, com maior capacidade de concentração e energia;
– tem efeito digestivo e laxante suave, em especial se consumido cerca de 30-60 minutos após as refeições;
– seu uso foi associado á prevenção de algumas doenças: diabetes, Alzheimer, Parkinson, depressão e certos tipos de dor de cabeça;
– possui vitaminas, sais minerais e antioxidantes;
– Melhora as funções cognitivas: memória, linguagem e capacidade de aprendizado.
Mas, quais males o café pode causar? Lembramos que, apenas as quantidades exageradas ou seu uso por tempo prolongado conseguiram ser evidenciados nos estudos, e demonstraram a ocorrência de alguns problemas:
– sintomas de abstinência: dor de cabeça, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, náuseas e vômitos;
– sintomas após o uso exagerado: ansiedade, nervosismo, tremores, taquicardia, zumbido nos ouvidos, além do efeito diurético que provoca perda de vitaminas e sais minerais;
– sintomas após seu uso por tempo prolongado: ocorrência de algumas doenças de pele, azia, refluxo, gastrite, úlcera, aumento da pressão arterial e aumento do risco de infarto.

Com todos estes estudos, hoje podemos concluir primeiramente que, são necessárias mais pesquisas para que de fato possam surgir maiores evidências relacionadas aos benefícios e malefícios do café. E por enquanto, entendemos que, não só o uso equilibrado se faz necessário como em pequenas quantidades os efeitos do café já podem ser sentidos. Daí a importância de um consumo com moderação.

E você? Aceita um cafezinho?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 15 =