gravidezSaber se está grávida ou não é de fato uma das maiores dúvidas para as mulheres. Tão esperada por umas, e tão apavorante e rejeitada por outras. O fato é que, frequentemente, muitas mulheres se fazem esta pergunta, e procuram dividir com pessoas próximas, amigas e parentes suas dúvidas e expectativas.

O teste de farmácia é sem dúvida a primeira prova que a grande parte das mulheres realiza. Porém, este teste não é 100% confiável. Na verdade, um resultado positivo tem chances mínimas de ser falso, entretanto, um resultado negativo tem grandes chances de ser falso.

Isto por que, em algumas vezes, a quantidade de hormônio detectável em nosso organismo não é ainda suficiente para a “prova” de gravidez, enquanto que o positivo indica a sua presença na urina, e portanto, tem chances mínimas de erro.

O mais correto é procurar ajuda médica, consultar-se e então realizar os exames diagnósticos. O exame de sangue (BetaHCG) e a Ultrassonografia são os mais confiáveis. Porém, o exame de sangue (BetaHCG) deve ser avaliado com cuidado e por um profissional, pois a quantidade do hormônio apontado no sangue não necessariamente indica a gravidez, mas outras doenças.

Os sintomas também são um importante indicativo de gravidez. Atraso menstrual, em especial para aquelas que tem um ciclo regular; dor e inchaço nas mamas; pequenos movimentos suaves sentidos dentro da barriga; enjôos e vômitos; tonturas e vertigem; sono excessivo e variação do humor estão entre os mais comuns. Porém, outros também podem aparecer.

É de extrema importância que a mulher, assim que tiver a confirmação da gravidez, inicie o quanto antes seu pré natal. Neste período, ela fará exames fundamentais que diagnosticarão, de maneira precoce, sua situação de saúde e a do feto.

Vale também lembrar que não existe uma “receita de bolo” para todas….enquanto umas tem alguns sintomas, outras tem sintomas bem diferentes…

Os sintomas de gravidez também podem confundir muito com sintomas pré menstruais e vice versa. Por isso é importante ficar atenta e precocemente, procurar ajuda médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =