nasalesPelo fato de o nariz ser uma região muito vascularizada, é comum haver sangramento nasal com facilidade.

Raro em crianças com menos de 2 anos de idade, o sangramento é mais frequente em crianças maiores, mas na maioria das vezes hemorragias nasais não são um sinal de um problema grave.

O nariz tem basicamente três funções no corpo humano: umidificar, aquecer e filtrar o ar que é levado aos pulmões. Logo, algumas causas de sangramento são fáceis de serem entendidas, pois alteram, por exemplo, a umidade interna das narinas. As condições climáticas, como ar muito frio e seco, são exemplos disso.

Algumas causas mais comuns são: um trauma do tipo acidental, uma queda, brincadeira, bolada, entre outras, que rompem pequenos vasos da mucosa nasal. Outros fatores comuns como: “cutucar” ou coçar o nariz, assoar com muita força, introduzir algo ou o próprio dedo dentro do nariz também podem causar sangramento.

Problemas menos frequentes, mas importantes podem agravar o quadro do sangramento nasal: infecções respiratórias, inalação de fumaça e produtos químicos (tintas, gasolina, produtos de limpeza).

Crianças com rinite têm a região nasal mais sensível e inchada. E durante o ato de coçar o nariz repetidamente, isso pode ocasionar mais facilmente o sangramento. Que pode até ser pequeno, mas como a região é muito vascularizada o sangue pode manchar fronhas, lençóis, fraldinhas, algodão,  até ser estancado.

O sangramento nasal recebe o nome de “epistaxe” na área da saúde. A epistaxe é considerada grave nas crianças, quando o sangramento acontece após um trauma da cabeça. Nesse caso, deve-se levar a criança imediatamente ao pronto-socorro. Se o trauma for no nariz, o sangramento não é tão grave como o traumatismo da cabeça, mas a criança deve ser levada ao médico também para avaliar a extensão da lesão.

Outras causas mais raras de sangramentos nasais em crianças são doenças hematológicas (do sangue), tumores e pólipos nasais e pressão sanguínea alta. Qualquer dúvida que tenham consultem o pediatra de sua confiança e ele saberá qual conduta deverá ser tomada

Dicas Importantes

– Manter-se calmo e tranquilizar a criança em posição
– Pressionar a narina que estiver sangrando contra o septo nasal por 10 a 15 minutos – se ambas estiverem sangrando pressione as duas segurando com o polegar e dedo indicador.
– NÃO permitir que a criança deite, para evitar que o sangue seja aspirado (vá os pulmões), podendo provocar tosse e/ou vômitos.
– Manter a criança em repouso por algumas horas após cessar a hemorragia com a cabeça mais elevada.
– Controlar a umidade do ambiente; o ar seco aumenta a possibilidade de voltar a hemorragia.
– Evitar a higiene do nariz por um bom tempo para permitir a cicatrização, que levará de 7 a 10 dias.
– Se a criança permitir, faça compressa gelada (com gelo) na região do nariz (lembre de embrulhar o gelo em um pano para não queimar a pele da criança).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =