remedios-modelo-de-imagemTodos nós, vez ou outra, precisamos fazer uso de algum remédio em nossa vida. Seja esporadicamente ou de uso contínuo.

Será que todos sabem como tomar os remédios de forma correta?

Primeiramente gostaria de alertar que a forma mais indicada é aquela prescrita pelo médico, pois sabe-se que ele estudou exatamente para isso e saberá orientar corretamente cada paciente quanto à ingestão de cada medicamento.

Abordaremos alguns erros “clássicos” cometidos por muitas pessoas, talvez pela falta de conhecimento, e dessa forma daremos algumas dicas valiosas.

Tomar qualquer medicamento misturando bebida alcoólica não é correto e não é conto da vovó. Os remédios e o álcool usam o mesmo órgão nosso para serem metabolizados, o fígado. Logo, quando ambos são ingeridos ao mesmo tempo, o órgão não sabe o que fazer e acaba tendo sua função prejudicada. Com isso a eficácia do medicamento pode ser diminuída e em alguns casos pode ser potencializada. Não vale a pena correr o risco, vale?

Outro vilão para absorção dos remédios são os alimentos, pois alguns medicamentos precisam de um ambiente ácido, como o do estômago, para que sejam absorvidos de maneira mais fácil. Porém, após as refeições, o estômago produz o suco gástrico, que pode fazer com que o ele fique ácido demais e acabe eliminando o efeito de alguns medicamentos. Atenção!!!

O leite, que muitas pessoas têm o hábito de tomar com remédio, pode prejudicar em muito o efeito de vários medicamentos, pois em sua composição há cálcio que se aglomera, ou seja, se liga ao composto do medicamento, anulando o efeito do mesmo. Um exemplo é a tetraciclina.

Grande parte dos medicamentos são prescritos para serem tomados antes das refeições, uma ou duas horas antes, mas fiquem atentos, pois há remédios que, devido à intolerância gastrointestinal, podem ser prescritos pelo médico para serem tomados junto às refeições. Tudo vai depender de como é feito o remédio, ou seja, da natureza química do medicamento.

Muitas pessoas por conta própria resolvem tomar antiácido com o medicamento prescrito pelo médico para não ter dor de estômago e acabam justamente diminuindo o efeito do remédio prescrito, pois diminuem a absorção do princípio ativo do medicamento. Logo, não se auto mediquem!

Uma grande parte das mulheres não sabe que, ao tomar antibióticos, devem usar outra forma de prevenção contraceptiva se estiverem em idade fértil, pois muitos são os antibióticos que tomados junto com anticoncepcionais fazem com que o efeito do anticoncepcional seja “cortado”, como se diz vulgarmente.

Como sempre, vale o aviso: avise o médico que irá lhe prescrever qualquer remédio sobre os medicamentos que você está tomando, pois somente dessa forma ele poderá lhe dar as orientações corretamente, sem que sua saúde seja prejudicada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =