imagem-post

Como dói uma picada de abelha. Já imaginaram várias?

A dor não é o único problema, mas dependendo da quantidade de picadas que um ser humano levar, pode ser fatal.
Em média, um adulto tolera mais de mil picadas, enquanto uma criança,a metade apenas pode matar. Porém se a pessoa for alérgica, uma única picada de abelha pode ser fatal, devido àreação anafilática grave, pois são necessários cuidados médicos imediatos.

A abelha possui um ferrãona parte traseira de seu corpo, onde se localiza a glândula do veneno. Logo, quando a pessoa é picada, é injetada pelo ferrão uma substância química, a melitina, que ativa os receptores da dor.O ferrão fica preso na pele do indivíduo, fazendo com que o veneno, por sua vez, seja ainda mais injetado.

O nosso organismo dará conta de dissolver a melitina, que causará vermelhidão no local e inchaço também. A dor pode permanecer por alguns dias.

Se a pessoa for alérgica, outros sinais aparecerão: coceira, vômito, diarreia, inchaço generalizado, edema de glote (“fecha a garganta”), bloqueio da respiração, convulsões.

Como sempre falo, o melhor é se prevenir e não ser picado. Como?

– Optar por usar roupas claras, pois as escuras atraem mais as abelhas.

– Se estiver em região que existam abelhas, não use produtos que tenham cheiro, como: perfumes, sabonetes, sprays.

– Evite fazer movimentos rápidos perto das abelhas, pois elas não suportam barulhos agudos.

– Estar sempre atento à formação de colmeias e chamar pessoas especializadas ou os bombeiros para removê-las.

Caso você ou uma criança seja picado por uma abelha, o que fazer?
– Retirar o ferrão raspando o local com uma lâmina, o que pode ser feito utilizando um “cartão de crédito/débito”, caso não tenha uma lâmina, sempre com muito cuidado. NUNCA use pinça ou as mãos, pois você poderá empurrar mais o ferrão para dentro e injetar mais veneno.

– Após retirar o ferrão, pressione o local para extrair o veneno.

– Faça compressa fria ou com gelo (cuidado para não queimar a pele, proteja o gelo com um pano).

– Faça contato com seu médico de confiança para saber qual analgésico tomar ou passar no local. Lembre-se de que somente o médico pode prescrever remédio.

– Dirija-se ao pronto-socorro mais próximo, caso apareçam outros sintomas.

– Se você ou alguém de sua família for alérgico a picada de abelha ou de outro inseto, já esteja prevenido com medicamentos prescritos pelo médico, caso haja necessidade. Para algumas pessoas o médico solicita que carreguem determinados medicamentos injetáveis caso haja necessidade. Portanto fale com seu médico!

Por último, uma boa dica: se várias abelhas vierem em sua direção, não fique parado, mas também não se sacuda, pois, relembrando, os sons agudos as provocam mais. Corra protegendo o rosto e os olhos com a camiseta ou parte de cima do que estiver vestindo. Se possível, cubra toda a sua cabeça, pois as picadas que você levará nas costas e peito serão infinitamente menos nocivas que no rosto e cabeça.

Se você for salvar uma criança, proceda da mesma forma, mas não se esqueça de si mesmo. Coloque-a no seu colo e cubra a cabeça de ambas.

Um bom socorro pode salvar vidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =