imagem

Manchas Mongólicas é um tipo de marca de nascença que está presente no nascimento ou aparece logo após alguns dias, podendo ser únicas ou múltiplas. É plana, de cor azul acinzentada e pode variar de um azul muito escuro para um cinza mais claro. A cor é geralmente o mesmo em toda a marca de nascença, sem áreas mais claras ou mais escuras.

Essas manchas podem variar em tamanho. Elas podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas são mais comuns na base da coluna, nas nádegas ou na parte inferior das costas. Ocasionalmente, elas estão presentes na parte de trás do ombro. É muito incomum para uma criança ter uma mancha mongólica no couro cabeludo ou no rosto.

As manchas mongólicas são bem características, não necessitando de exames específicos para se fizer o diagnóstico das mesmas. No entanto, por causa de sua cor e localização, podem ser erroneamente confundidas com hematomas. A diferença é a mudança de cor, pois os hematomas formam ao longo de um período de dias, enquanto as manchas mongólicas são de nascença e levam muitos anos para desaparecer e às vezes não desaparecem, apenas diminuem de tamanho. As manchas mongólicas não são dolorosas ao toque e não precisam de nenhum cuidado especial, já os hematomas são doloridos, pois geralmente são provenientes de algum traumatismo.

Sabemos que enquanto o bebê está se desenvolvendo no útero materno, um tipo particular de célula, chamada de melanócito, se move para a camada superior da pele entre a 11ª e a 14ª semana de gestação. Na 20ª, essas células geralmente desaparecem e acredita-se que em algumas áreas essas células não desaparecem e se fixam causando a mancha mongólica, visto que os melanócitos são responsáveis pela pigmentação da nossa pele. Não sabemos porque isso acontece, mas não está ligado a qualquer coisa que a mãe fez ou deixou de fazer durante a gravidez e nem há qualquer risco à saúde do bebê.

Elas podem ocorrer em ambos os sexos, meninos e meninas, mas são ligeiramente mais comuns em meninos, embora ainda não se saiba o porquê.

A grande maioria das manchas não requer nenhum tratamento, pois elas desaparecem por conta própria no momento em que a criança entra na puberdade. Se a marca de nascença não sumiu ou amenizou por este tempo e está causando angústia no jovem, pode ser coberta com a técnica da camuflagem cosmética.

A camuflagem cosmética consiste na aplicação de cremes que podem ser utilizados para cobrir marcas e cicatrizes. Eles são mais eficazes do que as maquilagens comum, porque possuem uma maior variedade de tons e são leves, o que ajuda a torná-los menos visíveis.

Acabamos então de desvendar mais um mito: a mancha mongólica nada tem a ver com doença, somente é uma marca de nascença sem prejuízo algum à saúde física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 2 =