conjuntiviteA conjuntivite é a inflamação das conjuntivas, a parte branca dos olhos, e pode ser causada por agentes alergênicos, como cloro de piscina, poeira, pólen, poluição, fumaça, maquiagem, produtos de limpeza dentre outros.

Também pode ser causada por vírus ou bactérias, constituindo-se na conjuntivite viral ou bacteriana. Esta forma de conjuntivite é altamente contagiosa, e bastante propensa no verão, devido ás altas temperaturas e aglomerações.

Os sintomas da conjuntivite são bastante desagradáveis, e são o inchaço das pálpebras, secreção e coceira, ardor e sensação de cisco nos olhos, vermelhidão,lacrimejamento aumentado, visão borrada e pálpebras “grudadas” ao acordar.

De uma maneira geral, a conjuntivite dura cerca de 07 a 15 dias, e pode acometer um ou os dois olhos.

Deve-se tomar bastante cuidado na transmissão da conjuntivite viral ou bacteriana, pois são altamente contagiosas.

Não compartilhar toalhas de rosto, maquiagens, lavar as mãos com bastante frequência e evitar levar as mãos aos olhos são medidas de prevenção da contaminação.

O tratamento envolve basicamente o agente causador da doença.

Se a conjuntivite for por causas alérgicas, o tratamento é realizado com a lavagem dos olhos com soro fisiológico de maneira frequente e aplicação de compressasfrias com água filtrada e fervida.

Para a conjuntivite viral o tratamento envolve a aplicação de colírios próprios, porém, prescritos pelo médico. Deve-se evitar a utilização de colírios sem a indicação médica, pois podem causar sérios danos aos olhos e á visão.

A adoção de medidas de higiene apropriadas, como a lavagem frequente das mãos, troca de fronhas diariamente, não compartilhar objetos pessoais ou maquiagens são fundamentais, tanto para se evitar o contágio, como para a prevenção de uma epidemia.

Evitar aglomerações e nesta época do ano, o verão, a utilização de piscinas de clubes ou de uso comunitário, também são importantes recomendações das medidas de prevenção. É importante utilizar óculos de proteção ou de mergulho.

Não coçar os olhos e não encostar o frasco do colírio nos olhos também são medidas de prevenção da contaminação.

Para quem usa lentes de contato, não se deve utilizá-las enquanto perdurar os sintomas ou a utilização de medicamentos.
Doença típica do verão, a conjuntivite não costuma deixar sequelas e nem evolui para algo mais grave, entretanto, prevenir é algo fundamental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + catorze =