http://www.dreamstime.com/royalty-free-stock-photos-vampire-bat-image6736358Várias são as pragas urbanas que podem nos incomodar dentro da nossa própria moradia. Algumas delas são evitáveis ou amenizadas com dedetização específica, como no caso das baratas, ratos, mosquitos, cupins e pulgas.

Os morcegos, cada vez mais presente nas áreas urbanizadas devido a destruição das floretas, onde o número de árvores vem diminuindo e os frutos das mesmas também, entraram para a listas das pragas urbanas.

Em São Paulo, existem mais de vinte espécies de morcegos, a maioria se alimenta de insetos, pólen e néctar das frutas. Porém como é costume o armazenamento de frutas na cozinha ou na área de serviço, é frequentemente observada visita de morcegos frugívoros dentro de casa.

Nem sempre o morcego é observado pelos moradores, no entanto, as marcas e fezes deixadas pelo animal, facilmente o identificam. Para evitar este problema, a solução mais simples é o armazenamento das frutas no interior da geladeira, evitando que o morcego os localize pelo odor, pois é possível que o morcego continue fazendo visitas até que encontre outra fonte de alimento. Também podemos lançar mão das redes de proteção ou telas de mosquiteiro. Ao entardecer, devemos manter as janelas fechadas e onde
não puder fechar, manter a luz acesa e se possível um barulho de rádio ou televisão, pois eles evitam luminosidade e ruídos.

Os morcegos costumam sair de seus abrigos no final da tarde ou à noite, podendo errar a rota de voo e entrar dentro de um apartamento ou casa. O Centro de Controle de Zoonoses orienta que ao nos depararmos com um morcego dentro de casa, jamais devemos colocar a mão nele, pois ele pode nos morder e transmitir doenças, como a raiva ou a histoplastose (infecção pulmonar). Não devemos manipular nenhum tipo de morcego, nem mesmo morto.

O morcego deve ser imobilizado com o auxílio de uma caixa, balde, pano ou bacia. Colocá-lo em um recipiente com tampa e ligar para o Centro de Controle de Zoonoses, pois virão retirar o animal na sua casa, para avaliar se o mesmo encontra-se doente e determinar a espécie e seus hábitos. Na cidade de São Paulo o telefone do Centro de Controle de Zoonoses, funciona vinte e quatro horas, inclusive sábados e domingos. Telefone: (11) 3397.8900.

Caso alguém seja mordido por um morcego, é necessário buscar o mais rápido possível o atendimento médico, pois é quase certo que terá que ser vacinado com a anti-rábica e receber a imunoglobina (soro anti-rábico ou anti-raiva), também será vacinado contra o tétano e pode precisar fazer uso de antibióticos para combater possíveis infecções. A prevenção é nossa maior aliada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + catorze =