image001Papeira ou Caxumba é uma infecção causada por um vírus. Ela afeta principalmente as glândulas salivares mas, por vezes, outras partes do corpo são afetados. Caxumba normalmente afeta crianças, mas pode ocorrer em qualquer idade. É muito incomum acometer crianças menores de um ano de idade.

Inchaço e dor em uma ou ambas as glândulas parótidas são os principais sintomas. As glândulas parótidas são as principais glândulas salivares. Elas se localizam um pouco abaixo das orelhas e você normalmente não pode ver ou senti-las.

A temperatura corporal pode subir, bem como dores de cabeça e cansaço são sintomas que aparecem antes do inchaço das glândulas em questão.

O inchaço das glândulas parótidas geralmente dura por 4-8 dias e pode tornar a deglutição e mastigação de alimentos dolorosa. A caxumba é normalmente uma doença leve, mas às vezes ocorrem complicações. É por isso que a vacinação é importante.

Adolescentes e adultos com papeira são mais propensos a desenvolver complicações, que pode incluir uma ou mais dos seguintes:

– Os testículos são por vezes afetados. Um testículo pode inflamar, inchar e ficar dolorido por cerca de uma semana. Ocasionalmente, ambos os testículos são afetados. Em casos muito raros pode causar infertilidade.

– Inflamação do cérebro (encefalite ou meningite) é uma complicação rara. Ela normalmente provoca sonolência, dor de cabeça, rigidez do pescoço e vômitos.

– A perda da audição pode ocorrer em pessoas com caxumba. É geralmente transitória e melhora com o tempo. Muito raramente, a papeira pode causar surdez permanente.

– Inflamação do pâncreas, coração e outros órgãos são complicações raras.

Se você desenvolver caxumba nas primeiras 12 semanas de gravidez, pode aumentar o risco de aborto espontâneo, no entanto, o vírus da caxumba não causar malformações fetais.

O tratamento visa aliviar os sintomas até que o sistema imunológico do organismo elimine o vírus.

A caxumba é considerada altamente contagiosa, já que sua forma de transmissão é bastante simples: o vírus se espalha no ar, por meio de gotículas de saliva expelidas por quem está com a doença.

Todos os pertences da pessoa doente deve ser separado e fervido, pois onde houver saliva, pode haver contaminação para outra pessoa.

O repouso é fundamental e a hidratação também.

Sempre leve ao médico para que ele possa fazer o diagnóstico e orientar as condutas a serem tomadas.

A prevenção é nossa aliada, vacine-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − três =